Home Cursos

Curso de Mediação e Arbitragem à distância - EAD

Curso de Mediação e Arbitragem a distância - EAD - TASP  (veja abaixo comentários de alunos das últimas turmas!)

Início próxima turma: 18 de agosto/2014

Curso rico em materiais, atividades e exemplos práticos. Traz a teoria necessária para o perfeito entendimento da aplicação da mediação e da Lei 9.307/96 – lei da arbitragem - aliada à experiência de 15 anos de trabalho do TASP.

O curso é oferecido em 08 aulas, sendo uma por semana, totalmente à distância. Para cada aula é oferecido material para 5 horas de atividades divididas entre material disponível no site do curso em forma de textos e hiperlinks, livros, artigos, vídeos e fóruns. 

Ambiente de fácil acesso com arquivos em formatos diferentes possibilitam vários canais de aprendizagem, tornando a aquisição do conhecimento prática e prazerosa. Conheça o plano de ensino, currículo dos professores e outras informações abaixo.     

Matrículas: envie seu nome, endereço e e-mail para o e-mail Este endereço de e-mail está protegido contra spambots. Você deve habilitar o JavaScript para visualizá-lo. ou preencha a ficha de inscrição no site www.arbitragem.com.br/cursos

Investimento: R$350,00   

Inscrições e outras informações: pelos telefones 2693-1650/ 2693-1820 ou e-mail Este endereço de e-mail está protegido contra spambots. Você deve habilitar o JavaScript para visualizá-lo.

Ficha de inscrição on line, clique aqui ou envie seus dados: nome completo, profissão e endereço para o e-mail Este endereço de e-mail está protegido contra spambots. Você deve habilitar o JavaScript para visualizá-lo.

Plano de ensino

Ementa:

Propicia a aplicação de conhecimento, técnicas e ferramentas dos Meios Alternativos de Solução de Conflitos (MASC), centralizando o estudo com base nas legislações específicas e generalistas sobre o tema, especialmente no Brasil. Permitir o desenvolvimento de procedimentos que tenham por objetivo promover a pacificação social de conflitos. Estabelecer planos de ação e desenvolver estratégias capazes de cumprir com o aperfeiçoamento técnico e a mudança de conduta diante do conflito social.

Objetivos Gerais:

Preparar o aluno para entender e utilizar os MASC como ferramentas e técnicas socialmente importantes na pacificação de conflitos sociais. Contribuir para o entendimento e a redução do preconceito quanto a pacificação de conflitos promovida pela própria sociedade como prática de cidadania.

Objetivos Específicos:

Qualificar os alunos para que possam utilizar os MASC para melhor condução de seus negócios e maior desenvolvimento de sua atividade pessoal ou empresarial.
Trazer conceitos objetivos sobre mediação, conciliação, negociação e arbitragem, contratos e forma de contratação dos micro sistemas de solução de conflitos.
Permitir o conhecimento quanto as matérias jurídicas e as relações sócio jurídicas sujeitas ao regime dos MASC.
Apresentar o resultado jurídico e social dos MASC de forma que as atividades desenvolvidas com a utilização do sistema sejam socialmente úteis e juridicamente definitivas.
Conteúdo Programático:

Aula 1 – Introdução ao estudo dos MASC
Aula 2 – Importância social, jurídica e econômica dos MASC. Principais diferenças e características da conciliação, Mediação, Negociação e Arbitragem
Aula 3 – Arbitragem - Histórico, características, jurisdição

  • Breve histórico (brasileiro e mundial)
  • Principais características e vantagens do procedimento arbitral
  • Arbitragem – contrato e jurisdição

Aula 4 – Arbitragem - Contratação, árbitros, procedimentos

  • Cláusula compromissória / termo de compromisso
  • O árbitro, as partes e os advogados
  • Processo e procedimento arbitral

Aula 5 – Atividade Análise de Filme – Formas de contratação da arbitragem

Aula 6 - Sentença arbitral

  • Requisitos, condições, execução
  • Sentença arbitral estrangeira
  • Nulidade da decisão arbitral

Aula 7 – Mediação, conciliação e negociação

  • Principais características e diferenças dos institutos
  • O procedimento, o mediador e alcance da mediação
  • Atribuições do mediador
  • Indicações e vantagens da mediação

Aula 8 - Negociação

  • Negociação – conceito, diferenças entre posições e interesses

Atividade filme – Negociação – Ação/ análise/ preconceito
Metodologia de Ensino:

O ensino à distancia vai exigir do aluno participação e disciplina para que os objetivos do curso sejam atingidos plenamente. Para o cumprimento destes propósitos colocaremos à disposição os seguintes materiais.
Aulas gravadas em vídeo;
Material virtual em sistema de slides, com hiperlinks;
Filmes e vídeos;
Utilizaremos nesta disciplina, as seguintes ferramentas através do Moodle:
Fórum , Plataforma para dúvidas e postagem de atividades, Chats
Critérios de Avaliação:

Postagem das atividades – 50%
Exame final – 30%
Participação nos fóruns – 20% Será considerado aprovado o aluno que obtiver nota final igual ou superior a 7,0 (sete), como resultado da somatória desses três critérios.

Coordenação:
Prof. Ms. José Celso Martins – Advogado. Presidente do TASP - Tribunal Arbitral de São Paulo desde 1998. Mestre em Direito Político e Econômico e Pós graduado em direito empresarial pela Universidade Mackenzie. Professor da Universidade Metodista de São Paulo. Pedagogo. Contador. P-rofessor do Curso de Especialização em Perícia Contábil e Judicial da Universidade Potiguar, em Natal-RN. Palestrante convidado em diversos eventos sobre Conciliação, Mediação e Arbitragem.

Ficha de inscrição on line, clique aqui

 

Veja comentários de alunos das últimas turmas:

Hoje, após conhecer e ter feito o curso do TASP, só tenho a agradecer pela qualidade e disponibilidade dos professores que até me ajudaram em dúvidas extra curso, com qualidade indiscutível. O material é bem didático e somado às referências que foram consultadas formam um conjunto bem abrangente. Sinto que ainda tenho muito a aprender no exercício do trabalho com mediação e arbitragem, mas que tenho onde recorrer, com certeza. Muito obrigado, Professores. José Alberto – Rio Claro/SP

Dúvidas e impressões sobre o curso? A minha impressão do curso foi ótima, o curso usa linguagem de fácil compreensão, sendo autoexplicativo não criando dúvidas; Quais foram suas dificuldades? Posso dizer que tive uma única dificuldade, a falta de tempo para me dedicar ao curso, mas ajustando aqui e ali, consegui o tempo necessário; O curso atingiu suas expectativas? Atingiu100% de minhas expectativas e ainda me abriu novos horizontes para atuação profissional. Marcelino – Campos do Jordão /SP

Gostei muito de participar do curso e com certeza foi de grande auxílio no aprofundamento sobre a conciliação, mediação, negociação e principalmente a arbitragem. A experiência prática passada por vocês professores sem dúvida foi muito importante. Parabéns! Abraço. Roberta – Natal/RN

Deixo aqui os meus siceros agradecimentos aos ilustres mestres e parabenizar pelo excelente curso e dizer que foi muito proveitoso. Deixo o meu obrigado. Antonio Xavier – Contagem /MG

Quero aqui parabenizar aos senhores tutores Marilisa e José Celso Martins pela excelência do Curso, com "C" maíusculo mesmo. Simples, linguagem direta, e cheio de excelente conteúdo. Vejo que vocês estão no grupo de desbravadores da arbitragem em nosso país, seja com o TASP ou mesmo com os cursos. Apenas ganhei fazendo este curso. Agreguei valores e conhecimentos antes dispersos. Assim, meus parabéns pelo pioneirismo de vocês. Mais uma vez: PARABÉNS!  Dhennis -  Governador Valadares / MG

Aconselhavel a todos , não só aos estudantes de direito e juristas.Mostra que o estudo das normas e fontes de Direito nos dão  os elementos para se chegar a um consenso de partes! Cristina - Santo André / SP

 

Popular

Destaques - Outros Portais
MPF/GO manifesta-se pela concessão do seguro-desemprego com base em sentença arbitral

O reconhecimento por sentença arbitral da dispensa sem justa causa do empregado vale como prova para fins de concessão do seguro-desemprego. Esse é o entendimento do Ministério Público Federal em Goiás (MPF/GO) constante do parecer emitido em ação civil pública proposta pela Defensoria Pública da União (DPU/GO) contra ato do Ministério do Trabalho e Emprego (MTE) que tem negado o deferimento dos pedidos do benefício com base apenas em rescisões do contrato de trabalho reconhecidas por sentença arbitral. Veja a notícia completa clicando aqui.

 
Entidades criticam emenda que exige arbitragem em contrato com administração

Centros de arbitragem e instituições que representam a advocacia estão contra uma emenda recém-incluída na proposta de mudanças da Lei da Arbitragem. Em julho, a comissão especial da Câmara dos Deputados responsável por analisar o PL 7.108/2014 aprovou texto que permite o uso da arbitragem na Administração Pública apenas quando previsto no edital ou nos contratos, dependendo de regulamentação. Veja a notícia completa clicando aqui.

 
Projeto de nova Lei de Arbitragem deve ser votado no próximo dia 24

O relatório da proposta que muda a atual Lei de Arbitragem — a Lei 9.307/1996 — deve ser votada no dia 24 de junho. Como veio do Senado, caso a proposta seja aprovada sem modificação, pode seguir direto para sanção da presidente da República. Veja a notícia completa clicando aqui.

 
Empresas fecharão acordo com governo federal para promover mediação

Entidades que representam as três maiores litigantes do país na área corporativa devem assinar no dia 25 de junho um termo de compromissos para adotar estratégias de mediação com consumidores ao invés de acionar a Justiça. Veja a notícia completa clicando aqui.

 
Medidas extrajudiciais podem tornar Judiciário eficiente

Tramitam pelos tribunais brasileiros 93 milhões de processos, 20 milhões dos quais no Tribunal de Justiça do Estado de São Paulo.

Veja a notícia completa clicando aqui . [Artigo originalmente publicado no jornal Folha de S.Paulo deste domingo (8/3)]